quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Cobra Cega

 


As cobras-cegas, ou cecílias, são, na verdade, animais pertencentes a um grupo dos anfíbios: o dos gimnofionos. Assim, não são lagartos nem cobras e, muito menos, minhocas, já que estas, para início de conversa, são animais invertebrados. Também não são cobras-de-duas-cabeças : répteis do grupo dos anfisbenídeos.




Esse nome, cobra-cega, é dado porque o corpo de tais animais é comprido, alongado e sem patas, tal como as serpentes . Além disso, seus olhos são tão discretos que, se olharmos rapidamente para um desses indivíduos, teremos a impressão de que ele é completamente cego, por aparentemente não possuir essa estrutura.


No entanto, ele é capaz de identificar, pelos olhos, as mudanças na luminosidade e, além disso, possui uma estrutura, um tentáculo, que permite que perceba cheiros e vibrações.





Outras características das cobras-cegas é que elas possuem anéis em todo o comprimento do corpo; e pele bastante úmida, assim como muitos outros anfíbios.
A maioria das espécies de cobras-cegas vive enterrada no solo (são, portanto, fossoriais) e, graças à cabeça bem dura que possuem, podem escavar galerias usando essa parte do corpo. Elas podem ser vistas, embora raramente, embaixo de folhas secas e úmidas: a serapilheira.

 
 

Cobras-cegas se alimentam, principalmente, de invertebrados. Em alguns casos, também, são capazes de comer outras cobras-cegas. Para tal, elas utilizam seus dentes para capturar as presas e, basicamente, as engolem.  Em nosso país existem pelo menos 26 espécies desses animais, já registradas pelos cientistas.
 


Curiosidade:

Algumas cobras-cegas, quando filhotes, se alimentam da pele da mãe: comportamento este chamado de dermatofagia.


Nenhum comentário: