sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Boipeva - Waglerophis merremii



Espécie de porte médio, mede até 1,5 m. Possui coloração parda com manchas laterais mais escuras imitando o grupo das jararacas, principalmente as cruzeiras.

Distribuem-se desde o Brasil central até o Sul, extremamente comuns na área do reservatório onde são conhecidas como urutus-amarelas.

Habitam as matas, mas podem ser encontradas em campo aberto e nas bordas de banhados.

Alimentam-se de anfíbios, principalmente sapos, sendo uma das únicas espécies imunes ao veneno desses anuros. São ovíparas, podendo colocar mais de 30 ovos.

Apresentam comportamento agressivo, achatando se no chão para parecerem maiores, abrem a boca e dão muitos botes.

Possuem um par de dentes grandes no fundo da boca, que usam para perfurar os pulmões dos sapos, esses dentes se assemelham às presas das jararacas, e são visíveis quando o animal escancara a boca para assustar os predadores.

Apesar de tudo isso, são completamente inofensivas.

Nenhum comentário: